Sento la vita

A viagem musical, espiritual e poética do cantor e compositor Bruno Pignatiello

Alô Cazuza

Tu saudaste o mundo…
mas eu confio que tuas ideias
o vento leva pra toda a parte

Sim, teu canto vive ainda…
num clube, num rock 'n blues
numa criança faminta

Quando eu queria cantar pra vida
eu tocava as cordas da alma da gente
pra ouvir o seu berro e a sua dor…
seu gritos, seus cantos de louca alegria

Tu mãe não chores
sejas forte no dia, na noite…
em cada nova manha!

Sim, eu vejo você
com Agenor menino…
brincando na praia

Quando eu queria cantar pra vida
eu tocava as cordas da alma da gente
pra ouvir o seu berro e a sua dor…
seu gritos, seus cantos de louca alegria

Alô Cazuza